Como aplicar a Automação Residencial em seu Projeto

Como aplicar a Automação Residencial em seu Projeto

A tecnologia está presente em diversas funções do nosso dia a dia. A automação residencial é um exemplo disso. Ela veio para facilitar a vida das pessoas nas mais diversas atividades diárias, como acender as luzes, ligar o ar condicionado etc.

 

Em um dia a dia cada vez mais corrido, nada melhor do que viver em uma casa inteligente, que facilite o cotidiano e permita que as pessoas tenham mais tempo para se dedicar ao que realmente importa.

 

Além disso, a automação melhora a nossa segurança, algo tão importante nos dias de hoje. Não perder tempo para abrir um portão e acender as luzes é um pequeno detalhe que faz toda a diferença.

 

Chegar em casa e ter um café pronto esperando por nós, sem que ninguém precise prepará-lo é um conforto sem igual. Essas e muitas outras tarefas rotineiras podem ser feitas pela tecnologia.

Usá-la a nosso favor é a única coisa que precisamos fazer. Então, para aproveitá-la ainda mais, é importante entender um pouco mais sobre o assunto.

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre o que é automação residencial, quais são seus processos mais comuns e como implementá-la.

 

O que é automação residencial?

Automação residencial é usar a tecnologia dentro de casa para facilitar tarefas que dependem dos moradores. Exemplos disso são sensores de fumaça, fechadura eletrônica e temporizadores.

Ela faz com que todos os sistemas eletrônicos funcionem como um só, sob nosso controle, a depender de nossos hábitos e necessidades.

 

Ela surgiu, primeiramente, em 1970, nos Estados Unidos, mas ainda não dispunha de tecnologias, como sistema de som ambiente residencial, existentes hoje.

Seu intuito era facilitar os processos industriais, mas, atualmente, permite que uma pessoa controle tudo de sua casa, usando um dispositivo móvel como um tablet ou celular.

 

Ao longo de sua evolução, passou a desenvolver novos processos, que hoje podem ser aplicados em qualquer tipo de residência. Dentre eles estão:

 

Automação de iluminação, em que a iluminação da residência pode ser programada para acender em configuração pré-salvas. Por exemplo, é possível criar uma iluminação para assistir filmes e outra para festas.

 

Sistema de som, em que por meio de um sistema de automação residencial é possível distribuir músicas e até vídeos nos diferentes cômodos da casa, podendo até mesmo controlar o volume.

 

Irrigação de jardins, utilizando sensores de umidade do solo e temporizadores, mantendo as plantas sempre bem cuidadas e em boas condições.

 

O sistema de segurança permite visualização de câmeras pela internet e aplicativos, podendo, inclusive, configurar sensores de fumaça, sistemas de comunicação, sprinklers, além de ligação direta com a polícia.

 

É possível, também, controlar cortinas e janelas usando sensores de luz integrados ao sistema de iluminação. Um recurso que permite aproveitar ao máximo a luz natural, impedindo que as luzes fiquem acesas quando não é necessário.

 

Iluminação a distância, usando um tablet ou smartphone, que permite apagar luzes que tenha esquecido, além de acendê-las a distância também.

 

Controle de temperatura, por fim, é um processo muito procurado, tanto por residências quanto por empresas como uma de consultoria em obras. Por meio dele, é possível acionar aquecedor e ar condicionado, antes mesmo de chegar em casa.

 

Benefícios da automação residencial

Comodidade e conforto não são os únicos benefícios trazidos pelas casas inteligentes, eles vão muito além, envolvendo sustentabilidade e segurança. Alguns dos principais são:

 

Mais praticidade e comodidade

Por meio da automação residencial, é possível acender uma lâmpada mesmo estando muito longe de casa. Além disso, uma pessoa também consegue ligar:

  • Ar condicionado
  • Cafeteira
  • Cortinas
  • Chuveiro
  • Televisão
automação residencial

Persiana Shangrila Motorizada – Uniflex

Esses são apenas alguns exemplos do que pode ser feito com muito mais facilidade, contando apenas com uma avaliação prévia das condições elétricas, por meio de empresas de projetos de instalações elétricas.

Mais segurança

Este é um dos benefícios mais importantes trazido pela automação de residências, uma vez que é um item obrigatório e procurado por muitas pessoas.

Isso porque, mesmo que o morador esteja longe de casa, ele consegue acompanhar tudo o que acontece dentro e fora dela, usando apps de câmeras integrados ao sistema.

Redução de gastos com energia elétrica

A automação residencial oferece dispositivos e aplicativos que gerenciam o consumo de eletricidade em uma casa.

Isso permite que o usuário detecte aqueles itens que consomem mais energia, facilitando a economia. Tudo isso faz da automação residencial algo sustentável para o planeta.

Fácil instalação e integração

Fazer a instalação de sistema de monitoramento automatizado é fácil, bastando apenas que seja feito por uma empresa especializada.

Além disso, a automação residencial pode ser integrada a diversos itens, tornando os recursos ainda mais proveitosos.

Como implantar a automação residencial

Existem alguns processos que devem ser realizados ao implantar a automação residencial, para que ele traga todo o conforto, comodidade, segurança e praticidade. Dentre eles estão:

1 – Avaliar as instalações elétricas

Para residências já construídas, é importante definir a localização dos interruptores e outros dispositivos, bem como suas funções.

Tendo essa definição em mãos, a empresa que fará a automatização será responsável por intervir nas instalações elétricas da construção, instruindo quanto ao cabeamento necessário.

No entanto, esse cabeamento, conhecido como UTP (Unshielded Twisted Pair) é mais simples do que o tradicional, ocupando um único duto.

Para residências que ainda estão na planta, o ideal é incluir a automação, pois ela é mais complexa em projetos já construídos.

2 – Discutir o que será automatizado

É comum que pessoas leigas no assunto queiram automatizar a casa toda, o que nem sempre faz sentido, diferente de uma fechadura digital porta de correr automatizada, que preserva a segurança.

O que se busca é que ela seja inteligente, para realmente atingir seu objetivo de facilitar processos do dia a dia, bem como, a vida do usuário.

Exemplo disso é automatizar uma máquina de lavar roupas ou um ferro de passar, pois isso não fará muita diferença para os moradores.

Por outro lado, programar a iluminação, cortinas e persianas, além de alarmes e a climatização de ambientes são pontos relevantes e que realmente facilitam a vida das pessoas.

3 – Instalar câmeras de vigilância

Já falamos por aqui que o principal benefício da automação residencial é a segurança, tanto da casa quanto dos moradores do local. 

Por ser um fator primordial nessa tecnologia, é importante instalar câmeras de vigilância Wi-Fi, para que o morador consiga acompanhar o que acontece perto de sua casa.

4 – Priorizar o entretenimento no projeto

É importante priorizar o entretenimento porque todas as pessoas gostam de momentos de lazer e descanso em casa.

Uma ideia é visualizar conteúdos multimídia por meio de plataformas streaming como Netflix.

Apesar de a segurança ser importante, como mencionamos acima, usando uma instalação de sistema de monitoramento, o entretenimento também é parte fundamental.

5 – Integrar alarmes remotamente para controle de invasões

Quando um alarme é incluído no sistema de automação residencial, evita-se a necessidade de estar conectado a uma central.

O usuário é notificado diretamente em seu telefone celular, mostrando qual porta ou janela foi manipulada. Juntamente com as câmeras de segurança, é possível ver em tempo real o que está acontecendo no local.

Além de invasões e perigos de roubos e assaltos, outros incidentes são comunicados, como vazamento de gás ou água.

6 – Fazer com que o cliente experimente a automação

Pessoas que já convivem com a automação residencial dificilmente conseguem se adaptar a uma residência comum novamente.

Por isso, é necessário que os clientes possam experimentar os benefícios que essa tecnologia tem a oferecer.

Eles podem, por exemplo, testar as diversas opções de um painel de controle, gerenciar as condições de um espaço no que diz respeito ao seu ambiente, alterar intensidade da luz, ajustar a temperatura e ainda interagir com diversos interruptores.

7 – Fazer instalações apropriadas para idosos e deficientes

Por meio de um integrador de sistemas de automação residencial é possível melhorar a maneira como idosos e deficientes vivem em seus espaços.

É possível programar a iluminação para determinadas horas do dia, aumentando a sua intensidade conforme o horário. Também é interessante ligá-las e desligá-las conforme a pessoa adentra os cômodos.

No caso dos deficientes, é possível que eles controlem os interruptores, sem que para isso seja necessário tocá-los.

Automação Residencial

Abbud Aguilar – Sala

Conclusão

A tecnologia foi feita para nos servir e está sempre ao nosso favor, e a automação residencial é um exemplo disso. Apesar de parecer futurista, ela já é uma realidade e tem sido cada vez mais procurada.

Nosso lar é um local que, quanto mais prático, seguro e confortável for, mais qualidade de vida nos traz. E esses benefícios pertencem às casas inteligentes.

São locais mais seguros e que favorecem todo tipo de pessoa, mesmo aquelas que não são tão familiarizadas com a tecnologia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre Casoca


Somos uma startup do mercado de Arquitetura e Decoração! Oferecemos uma plataforma gratuita de blocos 3D para os profissionais da área, otimizando o processo de representação gráfica e especificação de produtos. Acesse www.casoca.com.br para conferir o catálogo digital 3D com produtos das melhores marcas do Brasil para especificação e representação gráfica dos arquitetos, decoradores e designers!

Comments

comments

NÃO PERCA

Quer ficar por dentro de dicas e novidades sobre decoração?
Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão!

Casoca

Somos uma startup do mercado de Arquitetura e Decoração! Oferecemos uma plataforma gratuita de blocos 3D para os profissionais da área, otimizando o processo de representação gráfica e especificação de produtos.

Acesse www.casoca.com.br para conferir o catálogo digital 3D com produtos das melhores marcas do Brasil para especificação e representação gráfica dos arquitetos, decoradores e designers!

Instagram @casoca.br